Website Generator

Carta para a Diversidade

A Carta para a Diversidade é um documento / código de compromisso assinado de forma voluntária pelas empresas e instituições de um determinado país, independentemente da sua dimensão, para fomentar o seu compromisso perante:


  • Princípios fundamentais da igualdade.
  • Comportamento de respeito pelo direito à inclusão de todas as pessoas, independentemente dos seus diversos perfis, no meio laboral e na sociedade.
  • Reconhecimento dos benefícios que a inclusão da diversidade cultural, demográfica e social proporciona às empresas.
  • Implementação de políticas concretas para favorecer um meio laboral livre de preconceitos em matéria de emprego, formação e promoção.
  • Fomento de programas de não-discriminação perante grupos desfavorecidos.


Decálogo da Carta para a Diversidade

  1. Sensibilizar: os princípios da igualdade de oportunidades e de respeito pela diversidade devem estar incluídos nos valores da empresa e devem ser transmitidos aos empregados.
  2. Avançar na construção de uma equipa diversificada: a empresa deve fomentar a integração de pessoas com perfis diversos (independentemente do seu género, orientação sexual, raça, nacionalidade, proveniência étnica, religião, crenças, idade, deficiência, etc.).
  3. Promover a inclusão: a integração deve ser efetiva, evitando-se qualquer tipo de discriminação (direta ou indireta) no local de trabalho.
  4. Considerar a diversidade em todas as políticas de gestão das pessoas: a gestão da diversidade não deve ser apenas mais uma prática dos recursos humanos, mas sim um fator transversal, que seja a base de todas as decisões que se tomem neste âmbito.
  5. Promover a conciliação através de um equilíbrio entre os tempos de trabalho, família e lazer: as empresas devem estabelecer mecanismos que permitam a harmonização da vida laboral com a vida familiar e pessoal de todos os colaboradores.
  6. Reconhecer a diversidade dos clientes: as empresas devem conhecer o perfil dos clientes, reconhecendo que a sua diversidade também é uma fonte de inovação e desenvolvimento.
  7. Aplicar e comunicar o compromisso aos empregados: o compromisso que a empresa assume ao ser signatária da Carta para a Diversidade deve ser partilhado transversalmente por toda a empresa.
  8. Aplicar e comunicar o compromisso às empresas fornecedoras: convidá-las a juntarem-se à comunidade de empresas que, em Espanha, aderem voluntariamente ao compromisso que a Carta promove.
  9. Aplicar e comunicar este compromisso a administrações, organizações empresariais, sindicatos e demais agentes sociais.
  10. Refletir as atividades de apoio à não discriminação, assim como os resultados que se vão obtendo da colocação em prática das políticas de diversidade no relatório anual da empresa.


Compromisso da Schindler

A Schindler aderiu à Carta para a Diversidade (iniciativa da Comissão Europeia) porque está empenhada em cumprir com este decálogo, que engloba uma série de princípios através dos quais a Schindler se compromete a gerir adequadamente as políticas da diversidade, igualdade e não discriminação.